Tanzânia

Tanzânia: O que ver e fazer


 
Já imaginou um lugar na África onde é possível desfrutar de praias paradisíacas, apreciar uma exuberante natureza, ver montanhas cobertas de neve e fazer safáris de tirar o fôlego? Este lugar existe e fica na Tanzânia.
A Tanzânia é país da África Oriental, faz fronteira com o Quênia e Uganda ao norte, a leste pelo Oceano Índico, ao sul por Moçambique, Malauí e Zâmbia e a oeste pela República Democrática do Congo, Burundi e por Ruanda. O país inclui também o arquipélago de Zanzibar, no Índico.
Há muitas coisas para fazer na Tanzânia, desde safáris a mergulhos nas águas quentes do Oceano Índico. O país é repleto de belezas naturais e oferece diversos passeios culturais.
Seja explorando os Parques Nacionais, as praias paradisíacas na Ilha de Zanzibar ou subindo o Monte Kilimanjaro, o pico mais alto da África, sem dúvida uma viagem à Tanzânia será inesquecível.

 
O que fazer na Tanzânia?

Explorar alguns dos Parques Nacionais.

Fazer um Safári pelo Serengueti, o parque que abriga mais de 35 espécies de grandes mamíferos além de mais de 500 espécies de pássaros.
 
Explorar as três zonas do Parque Nacional do Cráter Ngurdoto Arusha: o Cráter Ngurdoto, os Lagos Momela e o Monte Meru um vulcão inativo de 4.566 metros de altitude.

Conhecer o Parque Nacional Do Kilimanjaro, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Subir ou contemplar o Kilimanjaro, o ponto mais alto da África com seus quase 6 mil metros de altura.

Explorar a cratera de Ngorongoro, uma das maiores atrações da Tanzânia. A cratera vulcânica com 18 quilômetros de diâmetro que abriga milhares de animais selvagens.

Ir de barco até Mombasa, capital do Quênia.

Percorrer as pequenas aldeias para ver a mistura dos costumes africanos, asiáticos e tribais.

Fazer um passeio em Arusha para conhecer a cultura da população local. A cidade é base para os safáris e mais próxima do Kilimanjaro.

Conhecer a paradisíaca ilha de Zanzibar.

Explorar Stone Town, a capital ilha de Zanzibar que é Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. 

Desfrutar das praias paradisíacas repletas de palmeiras, coqueirais, bananeiras, mangueiras, pimenteiros.

Mergulhar na impressionante barreira de corais do Oceano Índico que possui uma profundidade de 10 a 12 metros de águas cristalinas que revelam recifes com as mais variadas formas e centenas de habitantes.

Visitar a Reserva Jozani, a floresta dos macacos que fica no Zanzibar. Lar do macaco vermelho Colobus de Zanzibar, só encontrado no local. É um dos mais dóceis e curiosos primatas da África.

Ir ao Santuário das Tartarugas em Aldabra, na paradisíaca ilha de Zanzibar. As tartarugas gigantes ameaçadas de extinção que vieram da Ilha Seycheles como presente de um sultão para o governo de Zanzibar.

Fazer o Spice Tour, o passeio para conhecer os principais temperos e pimentas utilizados na culinária local.

Contemplar a Catedral católica em Zanzibar.

Fazer o Dhow Cruising, um passeio nos dhows, uma espécie de barco de madeira tradicional.

 
Visitar a Ilha de Tumatu, que guarda ruínas de uma mesquita do século XIV e casas feitas de pedra no século XII. Para visitá-la, é necessária uma permissão que pode ser solicitada com as agências de turismo.

Fazer um passeio pelas Ruínas de Zanzibar, e ver o que sobrou de diversos palácios construídos pelos sultões, como por exemplo, o Maruhubi Palace Ruins, Dunga Ruins e Mtoni Palace Ruins.

Visitar o Sultan Palace Museum que serviu de residência oficial dos sultões em Zanzibar.

Conhecer o Peace Memorial Museum, que conta a história de Zanzibar, com relatos da época da escravidão, o local abriga também um pequeno museu de história natural.

Ver os poucos arranha-céus da cidade de Dar es Salaam.

Conhecer o Parque Mnazi Mjoja em Dar es Salaam, o parque fica repleto de nativos que dançam e cantam o tempo todo, além de bruxos das tribos que vendem remédios contra qualquer doença.

Visitar o Museu Nacional em Dar es Salaam que abriga restos arqueológicos e roupas e instrumentos musicais de diversas tribos.

Visitar a Nyumba Ya Sanaa, a Casa da Arte, onde se produzem esculturas, pinturas, instrumentos musicais e roupas típicas de Tanzânia.

Contemplar o estilo árabe e africano da Casa do Estado, a residência do presidente em Dar es Salaam.

Visitar a Galeria Karibu, em Bagamoyo Road, para comprar ou apreciar artesanato tanzaniano.

Visitar o Museu de História Natural em Arusha.

 Ir ao sitio arqueológico Garganta de Olduvai, conhecido como o Berço da Humanidade.

Conhecer a cidade de Bagamoyo, local de sepultamento do Livingstone antes de ser trasladado à Abadia de Westminster na Grã Bretanha.

Passar por Moshi, cidade que é muito utilizada por quem vai subir o Kilimanjaro.

Visitar o Porto de Mwanza o mais importante do Lago Vitoria.

Visitar o Sukuma Museu, também conhecido o Bujora Museu em Mwanza

Visitar o povoado da Tribo Wasukuma em Mwanza.

Em Bukoba fazer um passeio de barco pelo lago até Mwanza.
 
Conhecer a colorida Kilindoni, a pequena capital da ilha de Mafia.

Conhecer as praias paradisíacas de águas transparentes da Ilha de Mafia.
.............................................................................................................................................................
 

Poderá também gostar de:
África
Conheça países encantadores deste continente fascinante.
O que fazer em Marrakech
Vai visitar Marrakech ou tem vontade de conhecer? Saiba quais são as principais atrações da cidade.
Safári no Kruger Park
Informações básicas sobre o maior safári do mundo.
Kruger Park
Conheça o maior safári de aventura do mundo.

Busca

Tradutor

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Spanish