Moscou


Moscou |Rússia
 
Moscou, a capital da Rússia está situada às margens do rio Moskva. O maior país do mundo tem o dobro do tamanho do Brasil e já viveu guerras, revoluções e mudanças sociais. Grande parte da sua herança arquitetônica foi destruída por Stálin, mas o que restou é extremamente impressionante.
Das cúpulas multicoloridas das igrejas, túmulos de heróis soviéticos e uma riqueza e qualidade          arquitetônica que impressiona.
A Rússia era a maior das quinze Repúblicas da antiga União Soviética. A cidade de Moscou possui mais de 100 lugares interessantes para conhecer, que vão desde tesouros históricos do Estado e da Igreja, a parques e estações de metrô.
Moscou possui uma da arquitetura de renome mundial, algumas de suas estruturas notáveis ​​incluem "As Sete Irmãs" ou” Os Sete Edifícios de Stalin", compostas de sete arranha-céus espalhados por toda a cidade. A boa notícia é que a maioria das atrações de Moscou estão no centro da cidade e a cidade é perfeita para percorrer a pé.
Com uma cultura única e fascinante, a comunicação ainda é um pouco difícil e não é raro encontrar turistas tentando decifrar as placas em cirílico, uma vez que muito incomum encontrar informações no nosso alfabeto romano. Mas uma coisa é certa, Moscou é complexa e misteriosa, por isso, fascina e encanta quem a visita.
 
Catedral de São Basílio
Foi construída entre 1555 e 1561 por ondem de Ivan, o terrível, dizem até ele mandou cegar o arquiteto, para que ele nunca mais pudesse reproduzir a beleza da catedral em nenhum outro lugar do mundo. A catedral é uma mistura de traços arquitetônicos únicos, com famosas cúpulas coloridas que parecem doces, resultado da junção de nove capelas menores numa mesma fundação.
 
Kremlin
A Palavra Kremlin significa fortaleza, hoje é a sede do governo da união Soviética, residência do presidente russo e símbolo do poder do país. O Kremlin reúne dentro de suas muralhas, igrejas, palácios, praças, jardins e prédios administrativos. Foi a sede da Igreja ortodoxa Russa século IX, quando, após a queda de Roma e de Constantinopla, Moscou foi declarada a “terceira Roma”. Por ser sede do governo, menos da metade está aberta ao público, mas as grandes atrações são acessíveis.
 
Destaques
Arsenal do Estado
Palácio Patriarca
Praça da Catedral
Catedral da Assunção
Catedral de Anunciação
Mausoléu de Lênin
 
Torre da Trindade
Com 76 metros de altura a Torre da Trindade tem sete andares e é a mais alta do Kremlin foi erguida entre 1495 e 1499. É a única remanescente das torres que defendiam o Kremlin.
 
Palácio Estatal do Kremlin
O Palácio Estatal ou antigo Palácio dos Congressos concluído em 1961 é o único prédio moderno do Kremlin.
 
Palácio do Patriarca
O Palácio do Patriarca abriga o Museu da Vida e Arte Aplicada do Século XVII, com mais de mil peças, além de objetos das igrejas e mosteiros destruídos por Stálin em 1930.
 
Destaques
Mostra de livros antigos escritos à mão
Túnicas de patriarcas
Câmara da Cruz
 
Campanário de Ivan, o Grande
Construído em1505-08 abriga 21 sinos e no primeiro andar um museu.  Esta torre de pedra branca foi coroada com uma cúpula dourada. Ao pé do campanário encontra-se o famoso Sino do Czar,o maior do mundo com 200 toneladas.
 
Catedral da Assunção
A Catedral da Assunção é a igreja mais antiga do Kremlin e também a mais importante, pois é a sede da Igreja Ortodoxa Russa. Recebeu cerimonia desde o século XVI, os czares eram coroados embaixo de suas cúpulas de ouro. Situada dentro do Kremlin foi erguida em 1326, passou por uma remodelação em 1470 e, se tornou museu, em 1918.
 
Destaques
Cúpulas douradas
Afrescos de 1511
Pilares com mais de cem figuras de mártires e guerreiros canonizados
Porta Sul (portal decorado com afrescos)
Trono de Monôcomo
 
Rua Arbat
A Rua Arbat é uma rua peatonal do século XV que fica no centro de Moscou bem perto do Kremlin. Abriga prédios históricos do século XVIII.
 
Universidade de Lomonosov
O edifício da Universidade de Lomonosov é símbolo de grandeza soviética. Infelizmente, não é possível visitar seu interior, mas sua fachada brinda fotos incríveis. Próximo desse prédio é possível ter uma bela visão de Moscou no ''Panorama da Cidade''.
 
Catedral do Arcanjo
Foi à última das grandes catedrais do Kremlin a ser construída, tornou-se local de sepultamento dos príncipes e tsares de Moscou.
 
Destaques
Túmulos dos tsares na nave
Paredes com afrescos
Pilares pintados
 
Catedral de Anunciação
Diferentemente das demais catedrais do Kremlin que foram criadas por italianos, a Catedral de Anunciação é inteiramente russa. Em 1918, a catedral foi fechada como um local de culto e agora opera oficialmente como um museu.
 
Destaques
Pórtico
Galerias com afrescos
Estátuas
 
Estações de Metrô
As estações de Metrô de Moscou são imperdíveis, algumas delas lembram palácios em miniaturas. O metrô foi projetado para consagrar o socialismo.
 
Destaques
Byelorússkaya (salao central com mosaicos de cenas campestres)
Mayakóvskaya (teto que retrata aviões e cenas esportivas)
Kíevskaya (grandes mosaicos com cenas da amizade da Russia e Ucrania)
Krapóthinskaya (linhas retas e cores básicas distinguem a estação das demais)
Park Kultúry
Teatrálnaya (retrata costumes nacionais)
Komsomôlskaya
Plóschad Revoliútsy
Novakuznétskaya
 
Palácio Facetado
O Palácio facetado é o que restou do palácio real do século XV e foi incorporado ao Grande Palácio do Kremlin no século XIX. Possui um salão abobadado com uma área de 500 metros quadrados que era a sala do trono e de banquetes, e que hoje é utilizado para recepções oficiais.
 
Destaque
Salão principal
Vestíbulo Sagrado
Escadaria vermelha
Abóboda ricamente decorada
 
Palácio Terem
O Palácio terem foi construído junto ao Palácio Facetado em 1636, destaque para seu conjunto de telhados dourado e fachada ricamente decorada. O edifício é agora parte do complexo de Great Kremlin Palace, portanto, não aberto ao público.
 
Grande Palácio do Kremlin       
O Grande Palácio do Kremlin, residência Moscou dos czares russos foi construída em 1849.
O palácio é considerado um museu de interiores palacianos russos, onde todos os estilos do Renascimento ao bizantino podem ser encontrados.
 
Destaques
Fachada de 125 metros
Salão principal glorioso
Escadaria
Alas cerimoniais
Georgievsky Hall
Andreevsky Hall, a sala do trono
Vladimirskiy Hall
Ekaterinsky Hall, a sala do trono das imperatrizes russos
Vista da fachada desde o aterro do Kremlin (fora das muralhas)
 
Arsenal do Estado
O acervo do Arsenal do Estado é repleto de tesouros e riquezas acumuladas durante vários séculos. Abriga armas em abundância, tesouros inestimáveis como os Ovos Fabergé e diamantes refinados, além de retratar a vida da nobreza russa.
               
Destaques
Coleção de carruagens e trenós
Ovos Fabergé
Coroa de Monômaco
Vestido da coroação de Catarina, a Grande
 
Torre do Salvador
Era a entrada principal do Kremliné fechada ao público. No século XVII as torres foram ornamentadas com as cúpulas atuais e a muralha do Kremlin com 20 torres, das quais a principal é a Torre do Salvador ou Torre Spasskaya.
 
Jardins de Alexandre (Александровский сад)
Foi um dos primeiros parques públicos urbanos em Moscou, vizinho aos muros do Kremlin, o parque é composto por três jardins separados, o visitante encontra belas fontes e estátuas, além do Memorial do Soldado Desconhecido, em homenagem aos que perderam suas vidas durante a Segunda Guerra Mundial.
 
Catedral do Cristo o Salvador   
A Catedral do Cristo Salvador é o símbolo da igreja ortodoxa, fica do lado oposto do Kremlin. Sua estrutura branca e suas cúpulas douradas são impressionantes.
 
Destaques
Fachada
Vista da cidade desde a cúpula da igreja
 
Galeria da Arte Europeia e Americana dos Séculos XIX e XX
Este museu abriga pinturas impressionistas e pós-impressionistas, obras da primeira metade do século XIX.
 
Destaques
Obras de Van Gogh
Obras de Pierre-Auguste Renoir
Obras de Paul Cézanne e Pablo Picasso
 
Museu Estatal Púshkin de Belas-Artes
O Museu Púshkin foi fundado em 1898 e abriga coleções e de arte e antiguidades do século XIX e obras de pintores famosos.
 
Destaques
Tesouros de Troia
Prédio do museu inspirado na Grécia
 
Departamento de Coleções Particulares
Este museu abriga coleções particulares doadas ao Museu Estatal Púshkin com grande variedade de obras de artistas russos.
 
Casa de Páshkov
Infelizmente essa magnifica mansão não está aberta ao público, está disponível apenas para eventos particulares por uma pequena fortuna. Já foi considerada a melhor residência de Moscou, possui uma elevação devido a uma enorme base de pedra e proporciona uma linda vista do Kremlin.
 
Hotel Metropol
O Hotel Metropol é um exemplo de arquitetura do estilo Moderno, com paredes externas que exibem painéis de cerâmica, como a grande obra de Mikháil Vrubel. Além disso, possui teto de vidro pintado em seu restaurante Metropol Zal.
 
Praça dos Teatros
Essa praça tem esse nome devido aos teatros que ocupam três das duas laterais e ainda uma estatua de Karl Max.
 
Teatro Bolshoi
Esse teatro é a sede de uma das mais antigas companhias de balé e ópera do mundo e um dos maiores marcos de Moscou. É considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.
Bolshoi, que em russo significa ”grande”, foi fundado em 1776.
 
Destaques
Frontão Neoclássico
Escultura Apolo no Carro do Sol
Camarote Real
Grande Saguão Imperial
Vestíbulo
 
Hotel Nacional
Fundado em 1903 o Hotel Nacional de estilo Moderno e arquitetura clássica, ricamente decorados com objetos antigos.
 
Destaques
Decoração da fachada
Mosaico na fachada
Estátuas clássicas
 
Teatro de Artes de Moscou
Este teatro fundado por um grupo de jovens em 1898 teve seu interior totalmente remodelado em 1902.
 
Conservatório de Moscou
A maior escola de música da Rússia foi fundada em 1866 e abriga um pequeno museu que é aberto em dia de espetáculos.
 
Antiga Universidade de Moscou
A mais antiga Universidade de Moscou foi fundada em 1755 e mudou-se para este imponente edifício em 1793.
 
Passeio pelo Rio
Fazer um passeio de barco é uma oportunidade de ver a cidade por um ângulo diferente.
 
Torre de televisão Ostánkino
A Torre de televisão Ostánkino possui 540 metros e duas plataformas de observação. A plataforma fechada possui 337 metros de altura e a aberta 340 metros.
Com bom tempo é possível ter um lindo panorama da cidade. Para visitar a torre é preciso estar com o passaporte original.
 
Passagem Izmaylovsky
É a maior feira de lembranças da cidade, onde é possível encontrar souvenir por preços mais baixos que em qualquer outro ponto turístico na cidade. Além de lembranças, aqui se pode comprar vários objetos da vida cotidiana soviética.
 
Museu Memorial Astronáutica
O Museu Memorial de Astronáutica é dedicado à exploração espacial. Abriga equipamentos de astronautas soviéticos e modernos, satélites, e contém exposições e modelos espaciais que contam a história do voo, da astronomia, da exploração espacial e tecnologia espacial. Possui cerca de 85.000 itens diferentes.
 
Jardim Neskuchny
O Jardim Neskuchny é o mais antigo parque em Moscou e um dos maiores parques urbano do mundo.
 
Museu-Casa Górky
Essa extraordinária mansão era residência do escritor socialista Máxim Górky, o edifício é uma obra prima da arquitetura moderna, com adornos requintados no teto, batentes esculpidos e vitrais e uma espetacular escadaria sinuosa de calcário da Estônia.
 
Museu-Casa de Tchékhov
Anton Tchékhov morou nesta casa entre 1886 e 1890, depois de uma restauração foi inaugurada como museu em 1954. Foi nesta casa que ele escreveu sua principal peça. Tchékhov era médico e escrevia como lazer.
 
Museu de História Contemporânea
Essa elegante mansão vermelha construída no século XVIII possui alas e fachada de estilo Império e conta a história da União Soviética do antigo Museu Central da Revolução da URSS.
 
Praça Púshkin
Essa praça abriga a estátua de bronze do poeta Aleksânder Púshkin que foi inaugurada em 1880.
 
Mosteiro Superior de São Pedro
Este mosteiro foi fundado no reinado de Iva I e reconstruído no final do século XVII. Abriga seis igrejas, entre elas a Igreja do Metropolita Pedro que dá nome ao mosteiro e foi erguida entre 1514 e 1517.
 
Úlitsa Varvarka
Uma das ruas mais antigas de Moscou leva o nome da Igreja de Santa Bárbara (Varvarka). Abriga ainda a Igreja de São Máximo Abençoado, Velhas Câmaras dos Comerciantes, o Mosteiro do Sinal, o Palácio dos Boiardos Romanov, a Igreja de São Jorge e a Igreja da Concepção de Santa Ana, do século XVI.
Velha Corte Inglesa
Essa casa que já foi armazém, casa comercial e hospedagem dos mercadores ingleses foi restaurada e reaberta em 1994 como museu que conta a história da velha corte inglesa e seu papel nas relações anglo-russas.
 
Palácio dos Boiardos Romanov
O Palácio construído no século XVI serviu de lar dos Romanos até 1613. Em 1859 virou um museu, um dos primeiros na cidade. No local é possível ver um pouco como era a vida aristocrática na Moscou da Idade Média. O piso térreo dedicado às salas públicas dos homens, e o segundo andar para os aposentos das senhoras, onde as mulheres passavam os dias tecendo e fazendo bordado.
 
Igreja da Trindade de Nikítnika
Igreja fundada em 1635 possui três cúpulas verdes, ladrilhos pintados e afrescos pintados em 1656.
 
Úlitsa Ilinka
Essa rua estreita possui impressionantes prédios comerciais do século XIX, pois era o centro comercial da época. Possui fachadas com rica decoração.
 
Catedral da Epifania
Essa catedral faz parte do Mosteiro da Epifania, o segundo mais antigo de Moscou, fundado em 1296. O prédio com uma enorme torre chama atenção por sua cor rosa, uma obra-prima do barroco moscovita.
 
Nikôlskaya Úlitsa
Essa rua criada por comerciantes e negociantes e abriga lojas caras de roupas e joalherias. Além disso, abriga no n° 7 o Mosteiro Zaikonóspassky fundado no século XV, no n° 15 a Imprensa Sinódica. No pátio de n°17 o Teatro da Música da Câmara de Moscou, além da Igreja da Assunção, do século XVII.
 
Catedral de Kazan
Essa catedral é uma réplica da origina do século XVII que foi demolida em 1936. Foi a primeira igreja a ser reconstruído em Moscou pós-comunista.
 
Porta da Ressureição
Reconstruída em 1995, é uma cópia idêntica da original de 1680 que foi demolida em 1931. Possui torres vermelhas com agulhas verdes. A passagem possui mosaicos e dentro abriga a Capela da Virgem Migrélia. À noite a iluminação impressiona.
 
Praça Vermelha (Красная площадь)
A Praça Vermelha é uma das praças mais bonitas da Europa. Nos 700 metros da praça está a gloriosa Catedral de São Basílio, com suas cúpulas coloridas, o Museu Histórico, a Torre do Kremlin, o Mausoléu de Lenin e o GUM. A praça foi palco de anúncios públicos, execuções, festejos e procissões. Da praça é de onde se tem as melhores vistas da Catedral e das muralhas do Kremlin.
 
Mausoléu do Lênin (Мавзолей Ленина)
Após a morte de ex-líder soviético Lênin em 1924 decidiu preservar o corpo que foi embalsamado e posto num mausoléu. O mausoléu é composto das cores vermelha e preta, representando o sangue e o luto, respectivamente. É possível visitar seu interior, mas câmeras são proibidas.
 
GUM
O GUM era o cartão postal do comércio soviético, a maior construção na Praça Vermelha era um antigo mercado centenário, que depois foi transformado em loja de departamento/armazém de distribuição de bens essenciais socialistas. Atualmente funciona um dos Shoppings mais caros da cidade.
 
Catedral de São Basílio
A Catedral de São Basílio foi encomenda por Ivã, o terrível, foi concluída em 1561. Diz à lenda que Ivã ficou tão maravilhado com a obra que mandou cegar o arquiteto para que nunca mais fizesse algo de semelhante beleza.
 
Destaques
Cúpulas coloridas
Capela de São Cipriano
Capela de São Basílio
Entrada da Catedral
Inconóstase Principal
 
Sinagoga do Coral
Essa magnifica sinagoga de fachada neoclássica amarela e branca teve sua construção iniciada em 1887, mas foi abandonada em 1891 quando o governo ordenou a expulsão dos judeus de Moscou. Em 1906 a sinagoga abriu suas portas. Possui interior em estilo mourisco com belos murais e arabescos.
 
Praça Lubyanka
A Praça Lubyanka abriga um grande edifício com uma fachada em tijolo amarelo, desenhado por Alexander Ivanov, o magnífico edifício monumental mais conhecido como o edifício principal da KGB. Um dos pontos turísticos da praça é a pedra Solovetsky do campo soviético Gulag Solovki.
 
Igreja do Arcanjo Gabriel
Construída em 1701, essa igreja possui entalhes em pedras e decorações de estuques. Foi uma das poucas igrejas que ficaram abertas na era soviética.
               
Casa de Chás Perlov
Sua fachada fantasiosa do oriente com serpentes, dragões e detalhes nos estilos pagodes. Seu interior possui colunas laqueadas e balcões com dragões pintados.
 
Convento da Natividade da Virgem
O convento foi fundado em 1386 e foi transformado em hospedaria na era soviética. Em 1992 foi devolvido a igreja.
 
Termas Sandúnovsky
A primeira casa de banho construída em 1808 para o nobre e ator Sila Sandúnov foi substituída em 1895 pelo atual prédio com fachada decorativa no estilo Beaux Arts. Destaques para os recintos suntuosos em estilo Barroco, Gótico e Mourisco, inspirado no Palácio de Alhambra, na Espanha. O local pode receber até 2 mil clientes por dia.
 
Galeria Tretyakov
A Galeria Tretyakov foi fundada em 1856 e possui a maior coleção de arte russa do mundo. Destaque para sua deslumbrante fachada com baixo-relevo de São Jorge, desenhada por Víktor Vasnetsov.
 
Igreja da Ressurreição de Kadáshi
Essa igreja que possui cinco cúpulas é um dos melhores exemplos do Barroco Moscovita. Ao seu redor um campanário escalonado e um refeitório. A igreja abriga uma oficina de restauração de arte e dois pequenos museus.
 
Igreja da Consolação de Todas as Mágoas
Essa igreja medieval foi construída em 1770, mas foi destruída em 1812 e reconstruída em estilo Império. Seu interior é incomum numa igreja ortodoxa devido à suntuosa colunata.
 
Igreja de São Clemente
A Igreja de São Clemente do século XVIII em estilo Barroco Moscovita possui fachada branca e vermelha quatro cúpulas preta com estrelas douradas e a quinta cúpula dourada.
 
Igreja de São Nicolau de Pijy
Essa esplendida igreja foi construída em 1670 a 1672 e possui um dos campanários escalonados mais bonitos da cidade.
 
Igreja de Santa Catarina
Essa igreja de 1760 em estilo Barroco Moscovita e Rococó foi erguida originalmente no século XVI em madeira. Possui impressionantes grades de ferro do lado de fora.
 
Convento das Santas Marta e Maria
A primeira vista parecem prédios medievais, mas foram projetados entre 1908-12 para alojar um dispensário, uma clínica, um pequeno hospital feminino e uma escola. Em 1917 o convento foi fechado e a igreja passou a servir de oficina de restauração. Hoje as freiras voltaram a administrar o convento.
 
Igreja da Intercessão de Fili
Essa impressionante igreja é o melhor estilo Barroco Moscovita da cidade. Foi erguida entre 1690 e 1693. As igrejas russas têm sempre dois edifícios: um grandioso e sem aquecimento para o verão e outro mais simples que possa ser aquecido no inverno, mas nessa igreja, o edifico de inverno fica no nível do chão e a igreja de verão fica na parte de cima.
 
Casa Branca
Esse edifício é a Ex-sede do Parlamento da Federação Russa é coberto de mármore com torre do relógio dourada.
 
Parque da Vitória
Esse parque foi dedicado à vitória na Segunda Guerra Mundial. O espaço abriga um museu ao ar livre onde é possível apreciar aviões e tanques da Segunda Guerra Mundial. Destaque para o obelisco.
 
Morro dos Pardais
O cume dessa serra permite maravilhosas vistas da cidade. Desde o mirante na úlitsa Kosygina é possível tirar lindas fotos com o panorama da cidade ao fundo.
 
Parque Górky
É o mais famoso parque da cidade as margens do rio Moskvá, foi inaugurado em 1928 e abriga os Jardins de Golítsin e um parque de diversões do século XIX. Durante o inverno é ideal para patinação no gelo.
 
Convento Novodyévichy
O Convento Novodyévichy foi fundado em 1524. É um dos mais famosos mosteiros de Moscou e Patrimônio Mundial pela UNESCO. Construído no estilo Barroco Russo o complexo abriga uma belíssima catedral ortodoxa com um fabuloso iconóstase de cinco fileiras, além de belíssimos afrescos datados do século XVI. Seu cemitério atrai muitos visitantes por abrigar os túmulos de personalidades. Inclui ainda a Torrre do Sino e outros aposentos que valem a visita.
 
Arranha-céus do Stalin
"As Sete Irmãs" ou” Os Sete Edifícios de Stalin", como também ficou conhecido, é mais uma obra arquitetônica do período stalinista compostas de sete arranha-céus espalhados por toda a cidade. Os prédios foram construídos entre 1947 e 1953, misturando estilos Gótico e Barroco Russo.
 
Igreja de São Nicolau dos Tecelões
Essa espetacular igreja dedicada foi construída em 1679 por tecelões. Seu interior luxuoso decorado com lucarnas laranjas e verde é rematado por cinco domos dourados.
 
Kolomênskoe
Kolomenskoye é uma ex-estado imperial situado a muitos quilômetros de Moscou, tornou-se parte de Moscou na década de 1960. Kolomenskoye é a Versalhes de Moscou. Seu conjunto histórico-arquitetônico é um lugar sagrado para muitos russos. Abriga a Igreja da Ascensão de Nosso Senhor de 1532 que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Depois da Revolução passou a ser o museu de arquitetura e construções de madeira de toda Rússia.
 
Destaques
Igreja da Ascensão
Maquete do Palácio de Madeira
Igreja de São Jorge
Museu do Portão da Frente
Igreja de São Joao Batista
Chalé de Pedro, o Grande
Igreja de Nossa Senhora de Kazan
 
Kuskovo
O Kuskovo é um conjunto arquitetônico e artístico do século XVIII. Foi residência de verão do Conde Peter Sheremetev. Abriga um dos mais antigos parques de Moscou, além de ser um dos primeiros exemplos de residências de verão do país. Seu conjunto arquitetônico e parques foram criados entre de 1750-1770 com a ajuda de arquitetos famosos, pintores e escultores.
 
Destaques
Palácio de Madeira
Gruta
Estufas
Jardins Formais
Chalé Italiano
 
 
 

Poderá também gostar de:
O melhor da Europa
Selecionamos uma lista com o melhor da Europa. Desfrute, sonhe, programe-se e viaje, nem que seja nas paisagens.
Lisboa
Fincada entre sete colinas ao norte do Rio Tejo, Lisboa é uma cidade de encantos imediatos e repleta de história.
Arredores de Cardiff
Conheça os arredores de Cardifff, seus castelos, ruínas e tesouros.
Pocitelj
Conheça essa bela cidade medieval que é Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Busca

Tradutor

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Spanish