Manaus


Foto: Lucia Barreiros da Silva

No centro da maior floresta tropical do planeta encontra-se Manaus, cujo nome tem origem da tribo de índios Manaós. Manaus durante o auge da borracha foi considerada uma das cidades mais ricas do mundo. Para se ter ideia do tamanho dos avanços, a capital do Amazonas foi uma das primeiras cidades brasileiras a contar com luz elétrica, galerias pluviais, tratamento de águas e esgotos e serviço de bondes elétricos.
Manaus surgiu no coração da floresta amazônica e teve seu impulso durante o período de ouro da extração da borracha das seringueiras, conhecido como Belle Epoque.
Com uma rica história, seus edifícios monumentais foram construídos com matérias-primas importadas da Europa e decorados por famosos artistas internacionais da época. Os governantes e comerciantes investiram muito num ambicioso plano urbanístico, contratando arquitetos e paisagistas da Europa para construir uma cidade que tivesse o perfil arquitetônico do velho continente, embora estivesse encravada na floresta amazônica.  Devido ao luxo e extravagância de suas construções, chegou a ser conhecida como ”Paris das Selvas”.
A capital do Amazonas, conta também com intensa vida urbana, com uma agitada vida cultural e noturna.
Diversas agências de turismo organizam excursões fluviais que partem do porto da cidade. Opções não faltam, seja fazendo as excursões de um dia todo, se hospedando nos hotéis de selva ou até mesmo fazendo um cruzeiro pelo Rio Amazonas.
No roteiro não pode faltar uma visita ao glorioso Teatro Amazonas, com sua cúpula com 36 mil escamas de cerâmica nas cores da bandeira nacional, o Mercado Municipal, o Porto flutuante que acompanha os movimentos das águas, Prédio da Alfândega, que foi totalmente importado da Europa, a Praça de São Sebastião com seu piso português que faz uma homenagem ao Encontro das Águas, sem contas os atrativos naturais como o incrível Encontro das águas do Rio Negro e do Solimões, o contato com o boto cor-de-rosa e a oportunidade de apreciar e desvendar a Selva Amazônica.
 

Foto: Pontanegra/Wikipedia
 
 
»  Cruzeiro pelo Rio Amazonas

Os cruzeiros pelo rio Amazonas duram entre três e sete dias, dependendo da embarcação. Os preços também variam, de acordo com as acomodações e atividades oferecidas, como pesca, passeio de canoa, observação de aves, trekking, entre outros. Há vários tipos de cruzeiro, desde embarcações simples e embarcações de luxos. Cada cruzeiro explora uma região distinta, que são divididos em rotas, a "Rota rio Amazonas", a "Rota rio Negro" e a "Rota rios Amazonas e Negro".
 

Foto: Iberostar Grand Amazon

Destaques
» Iberostar Grand Amazon
» Amazon Clipper Tradicional
» Amazon Clipper Premium
» Expedição Katerre
» Iate Tucano


Foto: Amazon Clipper Cruises
 .............................................................................................................................................................
» Encontro das Águas

Uma das excursões mais procuradas, além de poder se deslumbrar com o emocionante encontro das águas é possível conhecer o Parque do Janauary e a fauna e a flora amazônica.
A excursão sai do Porto Flutuante de Manaus, passando pela orla onde é possível ver as famosas casas de palafitas, a ponte que atravessa o rio Negro, embarcações regionais e o Mercado Municipal. O Passeio segue pela margem esquerda do Rio Negro em direção ao Encontro das Águas com parada para observação do fenômeno natural, um dos mais belos patrimônios naturais da Amazônia.
A navegação continua em direção a Parque Ecológico do Janauary, onde será realizado o passeio em canoa motorizada para contemplar os Igarapés e Igapós ( floresta alagada ). No período de seca entre setembro e fevereiro não é possível realizar o passeio de canoa, que geralmente é substituído por uma caminhada na selva. O passeio contempla ainda o Lago da Vitória-Régia.
 
 
Destaques
» Nessa área há possibilidade de avistar botos cor-de-rosa ou tucuxi
» Flora e fauna amazônica
» Lago da Vitória-Régia
» Restaurante flutuante
» Lojas de artesanato local
» Encontro das águas
» Igapós e Igarapés


Foto: Alexandre Negri Capellozza
.............................................................................................................................................................
» Passeio de hidroavião

Para conhecer melhor a região amazônica, a melhor opção é sobrevoar a região. O passeio de hidroavião é imperdível, embora seja um pouco caro. As agências oferecem vários tipos de passeios e o roteiro depende do tempo de voo.
O percurso mais simples segue para o fenômeno do Encontro das Águas e sobrevoa o Parque Janauary, onde é possível ver a floresta alagada, canais, lago das Vitórias Régias, e a cidade de Manaus. Já o percurso mais longo sobrevoa os locais não acessíveis por barco onde é possível contemplar toda a grandeza e exuberância da selva amazônica.
 

Foto: Luis G. Olarte
 
Destaques
» Encontro das Águas
» Locais não acessíveis por barco
» Lago das Vitórias Régias
» Arquipélago das Anavilhanas


 
Foto: Lucia Barreiros da Silva
............................................................................................................................................................. 
» Boto cor-de-rosa
 
Uma das atrações mais procuradas na selva amazônica é poder interagir com os botos cor-de-rosa.
Os botos são conhecidos como golfinhos de água doce, mas apesar de serem parecidos, eles não são iguais. Os golfinhos são acinzentados. Já os botos podem ser pretos, acinzentados ou meio avermelhados, como o boto cor-de-rosa. O bico do boto é mais comprido e possui pêlos na parte de cima. Um boto pode chegar a 2,5 metros de comprimento e pesar 250 quilos.
Desde agosto de 2010 somente os empreendimentos já existentes estão autorizados pelos órgãos competentes a desenvolverem atividades turísticas envolvendo os mamíferos aquáticos.
A principal mudança implementada no modelo de turismo com botos está no fato de que somente funcionários podem alimentar os botos, em horários pré-determinados, e em uma quantidade máxima diária. Os empreendimentos que estão autorizados estão cumprindo as regras e capacitando seus funcionários que fizeram diversos cursos.
Em alguns flutuantes é possível toca-lo e acaricia-lo, já em outros que possui uma plataforma maior é possível nadar com eles.
 


 

Os empreendimentos autorizados são:
» Flutuante dos botos, situado no Parque Nacional de Anavilhanas (antigo restaurante da Marilda)
» Flutuante Recanto do Boto, situado na RDS do Rio Negro
» Flutuante do David, situado na APA da Margem Direita do Rio Negro – Setor Paduari/Solimões
» Hotel Ariaú
» Flutuante do Cristóvão, situado na APA da Margem Esquerda do Rio Negro - setor Tarumã-açú/Tarumã-mirim.

    

............................................................................................................................................................. 
» Escalada em árvores (Arvorismo)
 
Escalada na árvore Sumaúma, com mais de 25 metros de altura, com técnica americana de Tree Climbing. Dependendo do tempo disponível, você pode escalar árvores de 30 a 70 metros de altura. Algumas excursões duram o dia inteiro e outras podem ser feitas em até três horas.

 
Destaques
» Orquídeas
» Bromélias
» Pássaros
» Sentar na copa de uma árvore tão grande e ver as copas das outras lá embaixo
 
Dica: 
» Importante: Atividade exige esforço físico.

    
............................................................................................................................................................. 
» Focagem de jacaré

Ao anoitecer inicia-se a captura aos jacarés, no escuro, os olhos dos jacarés viram pontos iluminados. Equipados com lanternas, o guia fará a procura do jacaré, usualmente encontrado entre a vegetação aquática, que se imobiliza quando tocado pelo facho de luz. Neste passeio é possível ver como um caboclo captura jacarés com as mãos.
O guia realiza explicações sobre a vida dos jacarés, as espécies mais encontradas na Amazônia, depois é possível passar a mão ou segurar o jacarezinho pra tirar fotos. Em seguida, o animal é devolvido ao rio.
A excursão da focagem de jacaré pode ser feito num passeio de meio dia junto com o a pescaria de piran
ha ou até mesmo com um passeio de dia inteiro com encontro das águas na parte da manhã, pescaria de piranha à tarde e focagem de jacaré à noite.
 
 
Destaques
» Cor do jacaré no Rio Negro
» Cor do jacaré do Rio Solimões
» Quantidade de olhinhos brilhando entre a vegetação
» Quando o guia fixa a luz num jacaré ele fica imediatamente paralisado

 .............................................................................................................................................................
Pescaria de piranha

Outro passeio clássico da região, a pescaria da piranha é uma atração muito divertida, principalmente se o turista tem a sorte de pescar à tão temida criatura. Esta excursão que pode ser feito junto com outros passeios ou sozinha.
 
 
Destaques
» Piranha de barriga vermelha (a mais cruel)
» Diversos tipos de piranhas
» Pôr-do-sol


 
 .............................................................................................................................................................
» Hotéis de Selva

Para os hóspedes que querem um contato mais direto com a natureza, alguns hotéis oferecem a oportunidade de passar uma noite no meio da selva, dormindo em rede, em casas em árvores ou ate mesmo em quartos luxuosos dentro da floresta amazônica.
 

Destaques
» Anavilhanas Jungle Lodge
» Amazon Ecopark Jungle Lodge
» Tiwa Amazonas Ecoresort
» Ariau Amazon Tower
 .............................................................................................................................................................
» Instruções de sobrevivência na selva

O tour consiste em uma caminhada na selva de aproximadamente duas horas. Durante a caminhada são passadas instruções de sobrevivência na selva, como preparar pequenas armadilhas, reconhecer plantas medicinais e frutíferas. As excursões podem ser de meio dia, dia inteiro e até mesmo com pernoite na selva.
 

Foto: Paulo Pimenta
 
Destaques
» Obtenção de água, fogo e sal
» Construção de armadilhas
» Construção de abrigos
............................................................................................................................................................. 
» Visita à vila indígena

Visitação a vila indígena conhecendo suas tradições e modo de vida.
 

Destaques
» Ritual indígena
» Artesanatos
» Maloca

............................................................................................................................................................. 
Amazon Bus – City tour

O tour dura três horas e passa pelos principais pontos turísticos da cidade. O circuito é feito por um guia e tem duração de 3 horas. Saída do Centro de Atendimento ao Turista (ao lado do Teatro Amazonas).


Foto: Adriel Medeiros
 
Destaques
» Teatro Amazonas
» Prédio antigo da Alfândega
» Relógio Municipal
» Catedral Nossa Senhora da Conceição
» Centro Cultural Palácio da Justiça
» Centro Cultural Palácio Rio Negro. O circuito é acompanhado por guias e
» Centro de Convenções (Sambódromo)
» Manaus Plaza Shopping
» Mercado Municipal
» Penitenciaria Raimundo Vidal Pessoa
» Ponte de Ferro Benjamin Constant
» Praça Igarapé Mestre Chico
 
Horários: de segunda a sábado, às 9h e às 14h.
............................................................................................................................................................. 
» Observação de pássaros
 
Existem alguns passeios para observação de pássaros, um deles fica na ilha do Marchantaria, seguindo pelo rio Solimões ate a ilha de onde se faz o passeio numa canoa motorizada nos lagos e igapós e dependendo da época do ano, caminhadas em mata primária de terra firme. Ao longo do passeio é possível observar o número impressionante de pássaros.
Observar aves na maior floresta tropical do planeta vem merecendo a atenção de muita gente em todo o mundo. Das 9.700 espécies de aves já catalogadas no mundo, aproximadamente 3.100 estão na América do Sul. Destas, mais de 1.600 espécies estão no Brasil e cerca de 700 no Amazonas, o que corresponde a 41,8% deste total. A localização na região dos trópicos confere ao Amazonas uma posição estratégica para pássaros dos hemisférios norte e sul.
 
 
 
Foto: Pedro Meloni Nassar
Destaques
» Igapós
» Lagos
» Diferentes pássaros

Flickr: Flavio Pimentel
.............................................................................................................................................................

» Teatro Amazonas
Rua Tapajós, s/n, Centro (Praça São Sebastião)
 
Construído no fim do século 19 em plena Floresta Amazônica, na época dos tempos áureos de Manaus que era uma das cidades mais prósperas do mundo, onde se fazia fortunas da noite para o dia com a extração de do látex da seringueira. O Teatro Amazonas foi projetado para suprir a necessidade da cidade de possuir um lugar onde as companhias de espetáculos estrangeiras pudessem se apresentar. Foi inaugurado em 1896 e concluído dois anos depois.
O Teatro Amazonas é uma das mais belas obras e referência da cultura no estado do Amazonas. Todo material usado em sua construção foi trazido da Europa, e sua arquitetura inspirada na Opera de Paris e demorou 15 anos para ser concluído.



Foto: Pontanegra/Wikipedia
 
Destaques

» Cúpula dourada feita com 36 mil cacos de cerâmicas
» Cortina pintada
» Piso de madeira
» Quatro pilares decorados
» Fachada rosa
» Saguão
» Salão nobre
» Lustre de bronze
» Visita guiada


Foto: Vitaly Sky

Dicas:
» Não deixe de fazer a visita guiada ao teatro.
» Verifique a programação, pois sempre tem concertos e recitais com entradas gratuitas.
» Todo ano, nos meses de abril e maio acontece o Festival de Ópera no Amazonas.
» Em frente ao Teatro tem um hotel que tem a melhor vista, pedir autorização para tirar foto ou comer no restaurante.
 
Direção: Rua Tapajós, s/n, Centro (Praça São Sebastião)
Horários: De segunda a sábado das 9h às 16h.
Fone: (92) 3232-1768



Foto: EHeideveld
.............................................................................................................................................................
» Paço da Liberdade
Praça D. Pedro II, s/n
 
A construção do Paço da Liberdade, também conhecido como Paço Municipal, iniciou-se em 1874. A antiga sede do poder legislativo estadual é uma das mais importantes edificações do sítio histórico de Manaus.


 

Destaques
» Fachada ( Um dos primeiros exemplos da arquitetura neoclássica em Manaus)
» Escudo da municipalidade de Manaus
» Praça Dom Pedro II
 
Direção: Praça D. Pedro II, s/n – Centro

.............................................................................................................................................................
» Mercado Municipal Adolpho Lisboa
Rua dos Barés, s/n
 
O Mercado Municipal de Manaus teve sua construção iniciada em 1880 e concluída em 1882. Projetado como uma pequena cópia do Le Halle, de Paris foi construída em estilo Art Noveau. Sua estrutura em ferro fundido foi importada da Inglaterra. Possui duas fachadas completamente diferentes, uma fica de frente para o rio Negro e outra para a Rua dos Barés.


 

Destaques
» Diversos tipos de peixes
» Frutas e legumes tropicais que em sua maioria são desconhecidos dos visitantes
» Artesanatos indígenas
» Adornos de mármore
» Teto
» Estrutura do edifício
» Fachada
» Mercado de banana
» Mercado de peixe
 
Direção: Rua dos Barés, n° 46
Horários: De segunda a sábado, das 5h às 18h. Domingo, das 5h às 12h
Fone: (92) 3234-8441

............................................................................................................................................................. 
» Alfândega e Guardamoria
Rua Marquês de Santa Cruz, s/n
 
Inaugurado em 1906 os dois prédios foram construídos pela firma inglesa Manaos Harbour Limited. Totalmente fabricado na Inglaterra o edifício foi a primeiro o pré-fabricado do mundo. O prédio da Guardamoria, com sua torre e farol, funcionava conduzia os barcos pelo rio. O conjunto arquitetônico da Alfândega e Guardamoria foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 1987, junto com o Complexo Portuário.


 

Destaques
» Fachada
» Torre
» Vista do edifico desde a praça Adalberto Valle
» Blocos de tijolos que preserva as cores originais
 
Direção: Rua Marquês de Santa Cruz, s/n, Centro
Horário: Segunda a Sábado das 8h às 12h.
Fone: 234-5481

............................................................................................................................................................. 
Palácio da Justiça (Centro Cultural Palácio da Justiça)
Av. Eduardo Ribeiro, nº 833
 
O Palácio da Justiça construído em estilo neoclássico em 1894 e inaugurado em 1900 está localizado no centro histórico de Manaus. Funcionou até abril de 2006 como principal sede do Poder Judiciário. Com a mudança do Tribunal de Justiça do Amazonas para outro endereço, o prédio foi transformado em um Centro Cultural.


 
Foto: Elson Pinho . Press
Destaques
» Fachada
» Escadaria da fachada em mármore
» Muro de balaustrada
» Estátua de Têmis (a deusa grega da Lei e da Justiça), de olhos desvendados, segurando à mão direita uma espada e à mão esquerda uma balança.
» Exposição permanente
» Exposições temporárias
» Visitas guiadas
 
Dicas:

» Visitas guiadas e teatralizadas onde é possível visitar o Gabinete do Presidente, sala do Tribunal Pleno e sala do Tribunal do Júri.

 
Direção: Av. Eduardo Ribeiro, 833, Centro.
Horários: De terça a sexta das 10h às 15h. Domingo das 17h às 21h.

.............................................................................................................................................................
» Palácio Rio Branco
Av. 7 de setembro, s/nº
 
Este prédio em estilo eclético construído entre os anos de 1905 e 1938 abriga o Centro Cultural com exposições e obras de artes de artistas amazonenses. O Palácio é Patrimônio Cultural da Humanidade.


 
Destaques

» Exposição de Arte Relativas a Histórica Política
» Exposição do Poder Legislativo do Amazonas Lançamento Literário
» Visitas guiadas
» Biblioteca com acervo da ciência política;
» Exposição permanente
 
Direção: Av. 7 de setembro, s/nº – Centro
Horário: Terça a sexta das 10h às 16h
Telefone: (92) 3233-4514


............................................................................................................................................................. 
» Palácio Rio Negro (Centro Cultural Palácio Rio Negro – CCPRN)
Av. Sete de Setembro, n° 1546
 
O Palácio Rio Negro foi construído em estilo eclético em 1903, na época de sua construção, era conhecido como Palacete Scholtz. Por muitos anos, foi sede do Governo Estadual e residência oficial do governador. Atualmente o prédio abriga o Centro Cultural Palácio Rio Negro com espaços abertos para exposições, shows musicais, teatro e outras atividades culturais.


 
Foto: Roberta Soriano

 

Destaques
» Fachada
» Porta de entrada de arco pleno com uma estrela republicana.
» Assoalhos são de acapu e pau-amarelo.
» Móveis e objetos vindos do oriente
» Imponente escada de madeira
» Sacada em ferro fundido
» Linda vista da cidade da sacada do edifício
» Vista do tráfego das embarcações regionais nas águas escuras do Rio Negro
» Visitas guiadas
» Sala Governador Silvério Nery
» Sala Governador Antonio Bittencourt (reservada à exposições temporárias de artes plásticas)
» Salão Nobre Governador Pedro De Alcantara Bacellar
» Sala Governador Ephigênio Sales (reservada às exposições temporárias)
» Sala Governador Eduardo Ribeiro (exposição permanente do mobiliário de época)
» Sala Governador Jonathas Pedrosa (exposição permanente de fotos dos Governadores)
» Sala Governador Álvaro Maia - Sala Memória (Exposição permanente com mobiliário de estilo Manuelino, português, inglês e cristaleiras de Estilo Art Nouveau)
» Sala Governador Leopoldo Neves (Exposição permanente com mobiliário de estilo Império além de peças de estilo Oriental)
» Sala Governador Plínio Coelho (Exposição permanente “O Poder Executivo nas Constituições do Estado”)
» Sala Governador José Lindoso (Exposição permanente “Símbolos do Estado do Amazonas)
 
Dica:

Mirante que proporciona uma privilegiada vista de Manaus
 
Av. Sete de Setembro, n° 1546
Horários: Terça a Sexta das 10h às 16h e aos Domingos das 17h às 20h.
Entrada Gratuita.

............................................................................................................................................................. 
» Palacete Provincial (Centro Cultural Palacete Provincial)
Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro

O Palacete Provincial é uma das mais antigas construções de Manaus. A edificação integra o conjunto arquitetônico da Praça Heliodoro Balbi, e o prédio do Colégio Estadual D. Pedro II. Construído originalmente em um único bloco, o Palacete da Província, como ficou conhecido, foi inaugurado em 1875. Durante longos anos o prédio foi sede da Polícia Militar do Amazonas. Atualmente, o Palacete Provincial abriga o Museu de Numismática, o Museu da Imagem e do Som, o Museu Tiradentes, a Pinacoteca do Estado, o Ateliê do Restauro, o Ateliê de Papel, o Salão de Arqueologia e o Laboratório de Arqueologia.


 
Foto: José Silvério
 

Destaques
» Praça Heliodoro Balbi
» Fachada
» Visita guiada
» Café do Pina (um dos mais tradicionais café da cidade, que oferece iguarias regionais como o popular sanduíche de tucumã).
 
Direção: Praça Heliodoro Balbi, s/nº - Centro
Horários: Terça a Quinta: De 09h às 19h. Sexta e Sábado de 9h às 20h. Domingo: De 16h às 21h.
Fone: (92) 3635-5832 / 3622-8387
Entrada gratuita

............................................................................................................................................................. 
» Praça Heliodoro Balbi (Antiga Praça da Polícia)
Praça Heliodoro Balbi, s/nº 
 
A mais arborizada de todas as praças da cidade, mais conhecida como Praça da Polícia, pois a praça está localizada em frente ao quartel. Foi construída em estilo inglês e é um dos lugares mais agradáveis da cidade.


 
Destaques

» A grande Sibipiruna
» Balé das Águas.
» Colégio Estadual D. Pedro II
» Concertos de música aos fins de semana.
» Diversas esculturas de ferro espalhadas pelos jardins


............................................................................................................................................................. 
» Parque Senador Jefferson Péres
Av. Lourenço da Silva Braga
 
O Parque Senador Jefferson Péres foi inaugurado em 2009 possui mais de 53 mil m². Com diversas atrações para toda a família, sua principal referência é a bandeira do Amazonas que está hasteada em um mastro de 60 metros de altura que pode ser visualizada em diversos pontos da cidade.



Foto: Ana Célia Costa
 
Destaques

» Orquidário
» Maior bandeira do estado do Amazonas
» Praças
» Espelhos d’água
» Fonte
» Bonde
» Chafariz das Quimeras
» Figuras metálicas espalhadas pelo Parque retratam símbolos da Belle Epóque manauara
» As escadarias levam ao jardim dos fundos do Palácio Rio Negro, onde está localizada uma belíssima e centenária árvore
» Palácio Rio Negro
» Usina Chaminé
 
Direção: Av. Lourenço da Silva Braga
Horários: Segunda a segunda das 6h às 22h (visitação e caminhada).Atividades: 17h às 21h.Programação Artística: Sexta a domingo: 19h às 21h
Telefone: (92) 3635-5832     



Flickr: PaulaNascimento
............................................................................................................................................................. 
» Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA)

O Centro Cultural Povos da Amazônia está localizado na Bola da Suframa e foi inaugurado em setembro de 2006. O complexo abriga espaços para manifestações culturais, exposições, artes, peças teatrais e festivais, com a finalidade de difundir e popularizar a cultura e os conhecimentos dos Povos da Floresta.


 
Destaques

» Construções autênticas
» Guias nativos
» Biblioteca com mais de 45 mil títulos
» Arena Coliseu, palco de grandiosos eventos à céu aberto para 17 mil pessoas
» Espaço Rio Amazonas
» Espaço Criança
 
Direção: Praça Francisco Pereira da Silva, s/n° (Bola da Suframa) – Crespo
Horários: De terça a sexta, das 9h às 12h e de 13h às 17h. Domingo, das 16h às 21h.
Fone: (92) 2125-5300
Site Oficial: www.povosdamazonia.am.gov.br/


............................................................................................................................................................. 
» Espaço de Referência Cultural do Amazonas

O Espaço de Referência Cultural do Amazonas, inaugurado em 1999, está localizado numa área ao ar livre do Centro Cultural Palácio Rio Negro, margeando o Igarapé de Manaus. 


 
Destaques

» Visita guiada
» Casa do caboclo
» Maloca indígena
» Tapiri de defumação da borracha
» Fabricação do guaraná
» Fabricação de farinha de mandioca
» Igarapé
 
Direção:
Programação Permanente:
Terça, 10h às 17h - Tecnologia de fabricação do guaraná e quebra de ouriço da castanha.
Quarta, 10h às 17h - Defumação de borracha e fabricação da garapa de cana-de-açúcar.
Quinta,10h às 17h - Ritual da Tucandeira com os índios Saterê-Mawê e início da fabricação da farinha de mandioca.
Sexta, 10h ás 17h - Farinhada: fabricação de farinha, biju e tucupi. Sábado e Domingo, 14h às 18h

............................................................................................................................................................. 
» Reservatório do Mocó
O reservatório do Mocó, magnífica obra em estilo neo-renascentista foi inaugurado em 1899 construído com o objetivo de solucionar os problemas de abastecimento de água.


 
Destaques

» Fachada
» Prédio com iluminação artística
» Estrutura de interna de ferro importado da Inglaterra
.............................................................................................................................................................
» Igreja Matriz de N. S. da Conceição
Praça Oswaldo Cruz, s/n

Primeira igreja erguida após a fundação de Manaus, a Matriz de N. S. da Conceição, mais conhecida com “Igreja Matriz”, foi construída em madeira e palha em 1695 por missionários carmelitas. Em 1850, foi completamente destruída por um incêndio. O prédio atual foi inaugurado em 1878.



Destaques
» Fachada
» Sinos de origem portuguesa.
» Escadarias que sugerem o desenho de uma lira
» Pinturas no coro
» Teto que representada à coroação de Nossa Senhora de Virgem Maria
» Pinturas laterais que representam a história das missões na Amazônia
 
Direção: Praça Oswaldo Cruz, s/n – Centro
Horários: De segunda a sexta das 7 às 11h30 e das 14h30 às 19h. Sábado até às 12h e das 15h às 18h30. Domingo até às 11h e das 16 às 20h
TeleFone: 234-7821


............................................................................................................................................................. 
» Centro Cultural Usina Chaminé
Rua lsabel, s/n - Centro
 
O prédio construído em 1910 abrigava a estação de tratamento de esgotos da cidade. Hoje, abriga o Centro Cultural com diversos espaços para apresentações e exposições de arte.



Foto: Divulgação/Governo do Estado

Destaques
» Chaminé de 24 metros
» Fachada
» Oficinas de arte
 
Direção: Rua lsabel, s/n - Centro
Horários: De Terça a Sexta das 09h às 14h. Domingo das 16h às 20h.
Telefone: (092) 3633-3026

............................................................................................................................................................. 
» Relógio Municipal
Av. Eduardo Ribeiro (próximo da Igreja Matriz)
 
Localizado no início da Avenida Eduardo Ribeiro, o Relógio Municipal foi construído para comemorar o centenário da ascensão de Manaus à categoria de cidade. Foi importado da Suíça e encomendado a uma renomada equipe de relojoeiros. A construção de seu pedestal foi concluída em 1927.



Destaques
» Largo da Matriz
» Base de pedra
» Relógio iluminado
» Obelisco
 
Direção: Av. Eduardo Ribeiro (próximo da Igreja Matriz de N. S. da Conceição)

............................................................................................................................................................. 
» Biblioteca Pública do Amazonas
Rua Barroso, nº 57
 
A Biblioteca Pública do Amazonas foi fundada em 1870, mas seu prédio atual só foi inaugurado em 1910. O prédio possui estilo neoclássico, suas escadas e as colunas foram trazidas da Escócia, assim como o mármore, os lustres de cristal e a clarabóia de telhas da Inglaterra. A Biblioteca Pública foi tombada como Patrimônio Estadual, atualmente conta com um acervo de cerca de 100 mil volumes.


 
Destaques

» Obra de Aurélio de Figueiredo, intitulada Redenção do Amazonas
» Paisagens amazônicas pintadas por Branco e Silva no hall
» » Escada de ferro projetada pela firma escocesa Mac Farlane
Fachada
 
Direção:  Rua Barroso, nº 57 – Centro
Horário: De Segunda a Sexta, das 08h às 17h
Telefone: (92) 3637-6660

............................................................................................................................................................. 
» Conjunto Arquitetônico do Porto de Manaus

O Conjunto Arquitetônico do Porto de Manaus foi declarado Patrimônio Histórico Nacional em 1987. Composto por várias construções que fazem parte da história da cidade, seus armazéns, as pontes, os cais flutuantes, além do prédio da Alfândega e a construção na entrada do Roadway.



Flickr: Magda Cruz

Destaques
» Prédio da Ilha de São Vicente, na Rua Bernardo Ramos
» Escritório Central, na Rua Taqueirinha
» Museu do Porto (Boulevard Vivaldo Lima)
» Prédio onde funciona o anexo da Assembléia Legislativa, na Rua Governador Vitório
» Antigo prédio do tesouro Público, na Rua Maurício de Souza
» Trapiche 15 de Novembro
» Prédios da Alfândega e Guardamoria


Flickr: NideBraga
............................................................................................................................................................. 
» Porto Flutuante de Manaus
Rua Marquês de Santa Cruz, nº 25
 
O Porto Flutuante de Manaus foi inaugurado em 1902, situado à margem esquerda do Rio Negro foi inaugurado em 1902. Projetado e construído pelos ingleses, possui uma arquitetura peculiar e única no Brasil com seus cais fixos e flutuantes que acompanham o fenômeno anual da enchente e vazante do Rio Negro.


 
Destaques

» Navios fluviais atracados
» Prédio da Alfândega
» Aluguéis de embarcações para fazer passeio pelo rio Negro.
 
Direção: Rua Marquês de Santa Cruz, nº 25 – Centro


............................................................................................................................................................. 
» Largo São Sebastião
 
Localizado no centro histórico da cidade de Manaus, o Largo São Sebastião foi aberto em 1867, hoje abriga o Teatro Amazonas, a Igreja de São Sebastião, o Núcleo de Artes Plásticas do Centro Cultural Cláudio Santoro, Casa J. G. Araújo, Casa do Restauro, Casa Ivete Ibiapina e Casa das Artes. Destaque para a calçada inspirada na arquitetura europeia e que foi escolhida para homenagear o encontro das águas, muitos anos antes do famoso calçadão de Copacabana ser construído. Em Manaus, a calçada do Largo São Sebastião foi finalizada em 1901, mas já estava planejada desde a década de 1880. E a de Copacabana só foi iniciada em 1905.


 
Destaques

» Teatro Amazonas
» Igreja de São Sebastião
» Monumento em homenagem à abertura dos portos às Nações amigas
» Calçadão em homenagem ao encontro das águas
» Passeio de charrete
» Teatro história
» Artes plásticas ao ar livre
» Monumentos iluminados a noite
 
Dicas:
Visite o Largo de São Sebastião à noite, quando os bares e museus estão funcionando e acontecem apresentações culturais, além disso, todos os monumentos e fachadas dos Largo ficam iluminados.


............................................................................................................................................................. 
» Centro Cultural Largo de São Sebastião
Praça São Sebastião
 
Inaugurado em 2004 com a finalidade de democratizar a arte e ajudar no aumento da renda para a classe artística, o Centro Cultural também é usado como local de entretenimento e lazer. Faz parte do espaço o Teatro Amazonas, a Casa Ivete Ibiapina, a Casa do Restauro, a Casa J. G. Araújo e a Casa das Artes.
 

Destaques
» Passeio de charrete: duas charretes que estão a disposição do público para recriar a história e do glamour da “Paris dos Trópicos”
 
Direção: Praça São Sebastião
Horários: Segunda a sexta: 8h às 21h. Sábado e domingo: 16h às 21h. Atividades: 18h às 21h. Visitação: Programação Artística: quinta à domingo: 18h às 21h
 
.............................................................................................................................................................
» Igreja de São Sebastião
Rua Tapajós, s/n, Centro (Praça São Sebastião)
 
Construída em 1888, faz parte do complexo arquitetônico do Largo de São Sebastião e do Teatro Amazonas. A Igreja de São Sebastião possui estilo eclético, com elementos de diferentes estilos, como o gótico e o neoclássico, seu interior é marcado por painéis e vitrais europeus. A segunda torre da igreja nunca foi transportada da Europa para o Brasil, pois, durante a construção, a cidade entrou em declínio econômico com o fim do ciclo da borracha.


 
Destaques

» Cúpula
» Presépio em tamanho natural (com um grande camelo) trazido da Europa
» Fachada com somente uma torre
» Construída de pedras em estilo medieval
» Iluminação noturna
» Pinturas do teto
 
Direção: Rua Tapajós, s/n, Centro (Praça São Sebastião)


 .............................................................................................................................................................
» Central de Artesanato Branco e Silva
Rua Recife, nº 1.999 - Parque 10
 
Os artesanatos amazonenses podem ser conferidos na Central de Artesanato Branco e Silva. Mantida pelo Governo do Estado do Amazonas, a central reúne 27 lojas de produtos artesanais, além de um salão para exposições e atividades culturais.


 
Destaques

» Artesanatos confeccionados com materiais regionais
» Café Regional (domingos das 07h às 12h)
» Artesanato com palha de tucumã
» Acompanhar a produção de peças
 
Dicas

» O Café Regional, oferecido aos domingos das 07h às 12h , onde podem ser degustadas delícias da gastronomia típica amazonense: frutas regionais, tapioca, bolo de macaxeira, bolo de milho, pamonha, munguzá, mingau de banana, banana frita, tucumãs, pupunhas, sucos naturais.
 
Direção: Rua Recife, nº 1.999 - Parque 10
Horário: Segunda de 12h às 18h. Terça a Sexta de 8h30 às 18h. Sábado de 8h30 às 16h.
Fone: (92) 3236-1241 / 3642-4311
 
.............................................................................................................................................................
» Museu do Índio
Rua Duque de Caxias, 296 – Centro
 
Fundado em 1952, este museu reúne mais de três mil peças produzidas por indígenas de diversas etnias da Região Amazônica.



Foto: Roberta Soriano

Destaques
» Armas
» Adornos
» Instrumentos musicais
» Sala da Organização Social e Adornos
 
Direção: Rua Duque de Caxias, 296
Horário: Segunda a Sexta das 8h30 ás 11h30 e 14h30 ás 17h. Sábados das 8h30 ás 11h30
Telefone (92) 3635-1922
Site oficial: www.museudoindio.org.br/

............................................................................................................................................................. 
» Museu de Ciências Naturais da Amazônia
Estrada Belém, s/n
 
Este museu abriga uma fantástica coleção de borboletas, insetos e peixes raros da região, além de diversos animais da floresta amazônica empalhados.


 
Destaques

» Aquário
» Peixes pirarucus de dois metros e 150 quilos.
» Borboletas raras
» Besouro Hércules, que mede 16 centímetros. 
 
Direção: Estrada de Belém, s/nº
Horários: Segunda a sábado, das 9h às 17h
Telefone: (92) 3232-9153

............................................................................................................................................................. 
» Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas – IGHA
Rua Bernardo Ramos, 117/131
 
Fundado em 1917, o Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas está localizado na área mais antiga da Cidade. Com o objetivo de promover os estudos amazônicos, de Geografia, História, Arqueologia, Sociologia, Antropologia Cultural, Linguística. Abriga ainda o Museu Crisantho Jobim e a Biblioteca Ramayana de Chevalier.


 
Destaques

» Documentos manuscritos
» Museu Crisantho Jobim
» Cerâmicas indígenas
» Coleção etnográfica
» Fotografias antigas
» Aves empalhadas
» Mobiliário
 
Direção: Rua Bernardo Ramos, 135 - Centro
Horário: Segunda de 14h às 17h30.
Entrada Gratuita

............................................................................................................................................................. 
» Largo Mestre Chico
Av. Sete de Setembro
 
O Largo do Mestre Chico possui 57 mil e oferece diversas opções de lazer e entretenimento. O principal destaque fica por conta da Ponte Metálica Benjamin Constant. Monumento histórico, construído entre 1892 a 1895, suas peças foram todas importadas da Inglaterra.



Foto: Mauro Campos Ribeiro
               
Destaques

» Área verde
» Mirante
» Ciclovia
» Coreto na praça
» Ponte Benjamin Constant
» Fachadas à esquerda do Largo que parecem casas históricas, mas na verdade são pinturas no muro da Cadeia Municipal

 
Direção: Av. Sete de Setembro
Horário: espaço aberto. Horário das atividades: 17h às 21h
Telefone: (92) 3635-5832     

............................................................................................................................................................. 
» Zona Franca
 
A Zona Franca de Manaus foi criada em 1967 como uma área de livre comércio de exportação e importação e de incentivos fiscais para desenvolver a Amazônia Ocidental.



Foto: Divulgação
 
Destaques

» Polo industrial
» Fachadas das fábricas de eletrônicos
............................................................................................................................................................. 
» Centro de Convenções - Sambódromo
Av. Pedro Teixeira, 2.565
 
O Centro de Convenções, mais conhecido como Sambódromo, destina-se a apresentações artísticas, culturais, esportivas e religiosas, que apresentem grande demanda de público. Com capacidade para 100 mil pessoas, o Sambódromo de Manaus é o maior do gênero no Brasil, muito maior que o Anhembi em São Paulo e Sapucaí no Rio de Janeiro.


Foto: Amarildo Oliveira
 
Direção: Av. Pedro Teixeira, 2.565
Horário: De Segunda a Sexta, das 08h às 13h e das 14h30 às 17h
Telefone: (92) 3232-9140     


Foto: Amarildo Oliveira
............................................................................................................................................................. 
» Manaus Plaza Shopping
Avenida Mario Ypiranga, 1300
 
Para homenagear a fauna, flora e cultura amazonense, o Manauara Shopping é decorado por desenhos inspirados na Floresta Amazônica.



Foto: Jordan Brando
 
Destaques

» Mobiliários, pisos, e luminárias com  acabamento e materiais do artesanato local
» Jardim


Foto: Jordan Brando
 
Direção: Avenida Mario Ypiranga, 1300
Horários: De Segunda a Sábado, das 10h às 23h. Domingo das 12h às 22h
Site oficial: www.manauarashopping.com.br/

» Encontro das Águas

O espetáculo que é o encontro das águas do Rio Negro e do Solimões ocorre a aproximadamente 10 quilômetros de Manaus, descendo o rio Negro. O Encontro das Águas consiste na junção das águas provenientes do Rio Negro (águas de cor escura) e do Rio Solimões (águas barrentas). Ao longo 6 km é possível ver as águas dos rios correndo lado a lado, mas sem se misturar, até desembocar no oceano Atlântico. A partir da junção dos dois rios começa oficialmente o Rio Amazonas
Este fenômeno acontece pela diferença de densidade, temperatura e velocidade da água de ambos os rios. O rio Negro corre a cerca de dois quilômetros por hora a uma temperatura de 22ºC, enquanto que o Solimões corre de 4 e 6 quilômetros, dependendo da época do ano, a uma temperatura de 28ºC.
O fenômeno natural pode ser apreciado em excursões de barco.

 
Destaques
» Pequenos barcos que se aproximam para mostrar aos turistas a preguiça, jiboias e jacarés.
» Casas populares (palafitas), no igarapé adjacente
» Se tocar a mão na água é possível perceber as temperaturas diferentes



.............................................................................................................................................................
» Parque Ecológico Lago Janauari               
 
Localizado no Rio Negro à uma hora de barco de Manaus, o Parque Ecológico do Lago Janauari possui uma área de nove mil hectares de matas de terra firme, várzea e igapós (floresta inundada). Uma das principais atrações do parque é a Vitória-Régia, planta com folha redonda que fica sobre as águas rasas e sem correnteza e que chegam a medir 1,8 m de diâmetro. A flor da Vitória-Régia dura apenas três dias, nasce branca, depois fica lilás e morre vermelha escura.

 
Destaques
» Vitória-Régia
» Pássaros
» Jacarés
» Igapós
» Igarapés
» Bar e restaurante Flutuante na entrada do parque
» Artesanatos de tribos indígenas
» Trilhas em pontes de madeiras

.............................................................................................................................................................
» Bosque da Ciência (Inpa)
Av. André Araújo, 1756
 
O Bosque da Ciência funciona nas dependências do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), no perímetro urbano da cidade. Inaugurado em 1995, possui uma área de aproximadamente 13 hectares. O Bosque foi projetado para promover o programa de difusão e educação ambiental do INPA.


Flickr: Christianny
 
Destaques
» Viveiro de Ariranhas
» Tanques de Peixe-Boi
» Condomínio das abelhas
» Trilhas educativas
» Viveiro de jacarés
» Jardim botânico
» Trilha suspensa
» Fauna livre
» Orquidário e Bromeliário
» Casa da Ciência
» Ilha da Tanimbuca
» Casa da Madeira
» Recanto dos Inajás
» Abraço da Morte
» Paiol da Cultura
» Lago Amazônico


Flickr: Cleiton Cost@
 
Direção: Av. André Araújo, 1756 – Aleixo
Horário: Terça a Sexta, de 9h às 12h / 14h às 17h. Sábado, Domingo e Feriado das 9h às 16h
Como chegar: Linhas (810 e 812) ou Micro-ônibus.
Fone: (92) 3643-3135
Site Oficial: http://bosque.inpa.gov.br/


Flickr: Wquatman
............................................................................................................................................................. 
» Jardim Botânico Adolpho Ducke
Rua Uirapuru, s/n
 
No Jardim Botânico Adolpho Ducke habitam numerosas espécies de animais e plantas, muitos em perigo de extinção e protegidos por lei. A visita ao Jardim Botânico permite um maior contato com a natureza, num ambiente alterado apenas para a abertura dos caminhos de quase 3 km que levam às florestas. É o maior jardim botânico do mundo, com uma grande riqueza de flora e fauna.

 
Destaques
» Trilhas com guias
» Biblioteca
» Educação ambiental
» Monumento alusivo às madeiras nobres da Amazônia
» Viveiros de mudas
» Sons característicos dos animais que habitam o local
 

Foto: Divulgação/Julio Pedrosa/ SEMMAS

Direção: Rua Uirapuru, s/n - Cidade de Deus
Horários: Terça a Domingo de 8h às 18h. Trilhas ecológicas: terças-feiras aos domingos, das 08:30h às 12:00h e das 14:30h às 16:00h.
.............................................................................................................................................................
» Parque Municipal do Mindu      
Rua Perimetral, s/n, Parque Dez
 
Localizado no bairro do Parque Dez de Novembro, o parque criado em 1992 é uma área urbana de interesse ecológico voltado às atividades científicas, educativas, culturais e turísticas. O parque possui uma área de 330 mil metros quadrados de mata. Por suas trilhas urbanizadas é possível observar 4 ecossistemas diferentes: a mata de capoeira secundária, a mata de terra firme, a mata de baixio e áreas degradadas que sofreram desmatamento ilegal em 1989.
O parque abriga o macaco sauim-de-coleira que está ameaçado de extinção que só existe na região de Manaus.
 

Destaques
» Anfiteatro para seiscentas pessoas
» Canteiros de ervas com propriedades medicinais e aromáticas
» Orquidário
» Trilha suspensa
» Biblioteca
» Centro de informações sobre meio ambiente
» Praça da Paz
» Macaco sauim-de-coleira
 
Dicas
» Passear pelas trilhas educativas, algumas estão suspensas na altura das árvores.
 
Direção: Rua Perimetral, s/n
Horários: De terça a domingo das 8h às 17h.


Flickr: Wquatman
.............................................................................................................................................................
» Zoológico do CIGS
Estrada da Ponta Negra, n° 750 - São Jorge
 
O Zoológico do CIGS - Centro de Instrução de Guerra na Selva, é mantido e administrado pelo Exército Brasileiro é o maior centro de animais da região amazônica. Construído em 1967, numa área de 30 mil metros quadrados abriga mais de 300 animais e 73 espécies. Tem o objetivo de proporcionar informações sobre a fauna amazônica aos alunos do Curso de Operações na Selva, o zoológico conta também com um programa de recuperação de animais para devolução ao habitat natural.
 

Destaques
» Sucuri de seis metros
» Onças pintadas
» Pantera negra
» Jaguatiricas
» Suçuaranas
» Gatos mouriscos
» Macacos de diversas espécies
 

Foto: Chico Batata

Direção: Estrada da Ponta Negra, 750 - São Jorge  ou Av. São Jorge, 750 – São Jorge.
Horários: terça a domingo, das 9h às 16:30h.
Como chegar: Ônibus: 120/122
Fone: (92) 2125-6448/2125-6464
Site Oficial: www.cigs.com.br

............................................................................................................................................................. 
» Praia da Ponta Negra

Principal ponto jovem de Manaus, a Ponta Negra tem uma intensa vida noturna. Localizada a 13 km do centro de Manaus, sua orla totalmente urbanizada possui quadras esportivas de areia, ciclovia, mirante, playground, anfiteatro, mirante e o incrível visual do rio Negro, que banha a cidade, além disso, possui um amplo calçadão com bares, restaurantes e lanchonetes.
A praia da Ponta Negra aparece na vazante (seca) do Rio Negro, o rio fica com até 15 metros a menos no nível das águas, o que forma uma extensa praia. O fenômeno acontece de setembro a fevereiro, já o período de cheia é de março a agosto.
 

Destaques
» Admirar o pôr-do-sol
» Vida noturna nos finais de semana
» Bares e restaurantes do calçadão
» Teatro de arena com capacidade para 15 mil pessoas
» Mirante
» Vista do Rio Negro
» Apresentações da dança local (Boi) em bares especiais

............................................................................................................................................................. 
» Horto Municipal de Manaus
Av. André Araújo, s/n
 
O Horto Municipal de Manaus foi construído em 1969 sobre um antigo depósito de lixo. Em 1989 foi transformado em Jardim Botânico Chico Mendes. Após uma reforma em novembro de 2000, voltou a chamar-se Horto Municipal de Manaus. Uma equipe especializada desenvolve as atividades de plantio, administração e educação ambiental. Hoje, o Horto de Manaus possui um Centro de Educação Ambiental e Centro de Lazer e Entretenimento.

 
Destaques
» Praça
» Várias trilhas pavimentadas
» Diversas espécies de pássaros
» Helicônias
» Orquídeas
» Bromélias
» Exemplares frutíferos como: açaí, acerola, cupuaçu, cacau, taperebá, fruta-pão
» Plantas exóticas: alpínias, talo-roxo, crótons
 
Horto Municipal de Manaus
Av. André Araújo, s/n Aleixo
Fone: (92) 663-4220
 .............................................................................................................................................................
» Seringal Vila Paraíso - Museu do Seringal

Incrustado em meio à Floresta Amazônica a 50Km de Manaus, o Seringal Vila Paraíso, mais conhecido como Museu do Seringal, é uma reprodução de um seringal que existiu em Humaitá (município do Amazonas a 590km distância). O Ecomuseu reconstitui a vida nos tempos do ciclo da borracha retratando como era um seringal no começo do século 20. Acesso somente por via fluvial (barco: De 25 a 30minutos).

 
Destaques
» Casa de farinha
» Barracão dos seringueiros
» Tapiri de defumação (onde a seiva da seringueira é cozida e transformada em grandes bolas de látex)
» Casa de banhos da mulher do coronel
» Grande Casa
» Capela dedicada a Nossa Senhora da Conceição
» Barracão de Aviamento

 

Direção: Igarapé São João, afluente do igarapé Tarumã-Mirin, margem esquerda do Rio Negro. (Zona Rural).
Horários: De terça a domingo, das 08h às 16h.
Telefone: (92) 3234-8755

Busca

Tradutor

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Spanish